GOLDEN NEWS

Julio Iglesias em Lisboa: 50 anos de música e histórias


Julio Iglesias é provavelmente o cantor espanhol mais afamado de toda a Espanha, com uma carreira de sucessos que celebra agora 50 anos. Portugal, como não poderia deixar de ser, recebeu a digressão de celebração este sábado, na Altice Arena.


O recinto estava cheio para receber o espanhol, que não tardou a apresentar-se em palco num cenário clássico com a sua banda e as bailarinas do coro a acompanhar.


A pose, essa, era de alguém que já domina o palco, emanando toda a sua confiança desde a primeira nota com "Amor, Amor".


Seguiram-se clássicos como "La Gota Fría" ou "Échame a Mí la Culpa", onde o público presente, dividido entre portugueses e espanhóis, nunca falhou em acompanhar. "Os primos que são irmãos", segundo as palavras de Julio.


"Eu consigo falar português e espanhol, por isso vou falar as duas línguas! Eu sinto no meu coração que eu sou um bocadinho de Portugal. Já passaram 50 anos desde que atuei pela primeira vez em Portugal. O tempo passa depressa, mas são vocês quem me dá a força para que o tempo passe mais devagar" foram as palavras de carinho do espanhol antes de nos brindar com "Ella".


E, num concerto onde está em causa a celebração dos 50 anos de carreira do cantor, Julio não deixou de referir alguns dos seus momentos bons e menos bons da sua vida profissional, tendo feito menção à imprensa, que tantos boatos espalhou sobre si, e agradecendo ao público que sempre o apoiou e lhe deu a "oportunidade de envelhecermos juntos"


"Caruso" e "Abrázame" foram algumas das favoritas da noite, mantendo o público de pé nos seus lugares num coro límpido.


Como se o seu repertório pessoal não fosse o suficiente, o cantor espanhol ainda abriu espaço para algumas covers como "Always on My Mind" ou "Can't Help Falling In Love", de Elvis Presley, um dos "pais da música#, pelas palavras de Julio.