GOLDEN NEWS

Julio Iglesias. O latino romântico que fez sucesso antes do reggaeton volta a Lisboa

O músico espanhol Julio Iglesias volta este sábado à Altice Arena, em Lisboa, para assinalar os 50 anos de carreira. Longe vão os tempos em que era o único latino nos tops americanos.


Julio Iglesias em Lisboa em 2015.

© Filipe Amorim/ Arquivo Global Imagens

Julio Iglesias tem 75 anos de vida, 50 anos de carreira e mais de 250 milhões de discos vendidos em todo o mundo, segundo as contas da editora. O músico espanhol está de volta a Lisboa para um concerto, este sábado, na Altice Arena, onde vai aparecer certamente impecável com a sua camisa branca, a mão junto à barriga como quem dança abraçado a uma linda mulher, a cantar baladas românticas em espanhol, em inglês e em português.


Dizem que é "o artista latino mais bem-sucedido de sempre". Mas como é que se mede o sucesso?

Iglesias foi morar para Miami em 1979 e nessa altura já sabia que seria mais fácil chegar ao mercado norte-americano se cantasse em inglês e se fizesse duetos com estrelas como Willie Nelson, Diana Ross ou Stevie Wonder. Só assim chegou aos tops americanos.

Nos anos 1980 e 90 havia, de vez em quando, uma ou outra música latina que chegava aos tops europeus. Mas raramente tinha sucesso na América. Aconteceu com a Macarena, dos Los Del Río, que chegou a número um, e pouco mais.


Entretanto, muita coisa mudou na chamada "música latina", um termo usado nos Estados Unidos e que nos soa um pouco estranho, uma vez que engloba todos os temas em espanhol mas também em português (por exemplo, do Brasil).


Maria João Caetano


Posts Em Destaque